quarta-feira, 22 de abril de 2009

Pouca Vogal

Olá amigos.

Em meio a conflitos agrários no norte, seca no sul, viagens ao exterior com dinheiro publico, e todas as outras malesas que temos visto nos noticiários, fora as provas para as quais tenho que estudar; resolvi dar uma folga à minha cabeça e fui ao show de Humberto Gessinger e Duca Leindecker, com o projeto “pouca vogal”, no Teatro Guarany.

E que belo show.

Na verdade, eu matei dois coelhos com uma cajadada só, pois nunca havia presenciado um evento artístico naquele teatro (fui apenas a uma formatura, justamente a do meu amigo Arthur), e também pela primeira vez a uma apresentação de Humberto Gessinger (não cito o Duca, uma vez que já fui a dois ótimos shows da “Cidadão Quem” anteriormente).

Entre musicas do projeto e clássicos das bandas de ambos os vocalistas, o que se viu foi um espetáculo de primeira linha, do tipo que não chega ao interior, e é justo por isso que adoro esta cidade, a mais cultural de toda metade sul, das mulheres mais bonitas, do povo mais rico e colorido.

Confesso estar entorpecido, seja pelo melódico e harmonioso som que presenciei prazerosamente, seja pela minha bela e dulcíssima companhia, e que certamente dormirei, pelo menos esta noite, sem pensar nos problemas com os quais nos deparamos dia pós dia, problemas presentes, pretéritos e futuros.

Esta noite dormirei no céu.

4 comentários:

Arthur Rotta disse...

mazáááááá!

Aline disse...

comecei a acompanhar o blog, queridos!

Arthur Rotta disse...

oh blz, seja bem vinda!

Nasser Zahra disse...

Que massa Deon, é muito bom aproveitarmos esses raros momentos de leveza (pelo menos é assim que denomino quando tenho semelhante sensação!).
Aline, bem vinda, e, se quiseres, te mando um convite, para dares teu toque feminino ao bog. Abração.