terça-feira, 14 de abril de 2009

Cuba

Com essa nova abertura de Obama a Cuba, atualmente propagada pela mídia brasileira, lembrei de meus pensamentos, dia desses, ao ler a revista Veja (justifico que só li esse lixo porque estava na sala de espera do consultório do meu dentista e a alternativa era Caras - e, de certa forma, é sempre bom saber o que o "PIG" anda "vomitando"). Li que estes tempos de crise punham em xeque o próprio sistema capitalista, seus valores e modus operandi, mas, ainda asim, era preferível um capitalismo em colapso a um socialismo em flor. Será?
Saindo do consultório, na portaria do edifício comercial, vi o porteiro, que está sempre ali, embora não seja percebido nunca. Um homem negro, que provavelmente não tem acesso a tratamento odontológico. Ainda não tinha nem chegado ao fim da quadra quando fui abordado por crianças pobres, me pedindo esmola. Era meio da manhã, logo deduzi que não freqüentavam (perdoem-me o uso do trema, vou fazê-lo enquanto não seja proibido) uma escola. Certamente porque têm de esmolar neste horário, pois seus pais, pobres, não têm emprego, já que, quando jovens, não tiveram acesso à educação. Hoje elas só repetem o círculo. Há quem diga que essas coisas são assim. E têm de ser, até porque, se não forem, quem varrerá as ruas ou limpará nossas casas?
Lembrei, então, que na famigerada ilha do terror socialista não há analfabetismo, a prestação de serviços de saúde é eficaz, sendo até referência, e os moradores colaboram com a limpeza dos espaços públicos não por necessidade financeira, mas por consciência cidadã. Será que eles estão realmente em condição pior que a nossa? Será que a falta de acesso à informação, que tanto apontamos àqueles insulares é maior que a nossa, que nem nos damos conta da realidade em que vivemos?

4 comentários:

Gui disse...

Não preciso dizer que esta postagem nos remete, de forma bárbara à nossa hipócrita sociedade né?! Nada como a VEJA...

PArabéns pela crônica Nasser!

Arthur Rotta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Arthur Rotta disse...

Cuba sempre Cuba.

Por que uma ilha caribenha tão pequena causa tanto alvoroço em PIG? Por uma razão óbvia, saude e educação para todos ainda não é um exemplo a seguir, isto é, é um mau exemplo.

Obama vai bem com a suas medidas. Esperamos mais.

CLaro, o regime cubano tem seus problemas, mas é impossível creditar todas dificuldades em Cuba ao socialismo, enquanto houver embargo.

No mais, não custa perguntar, afinal nas ilhas do caribe quem esta pior? Cuba socialista com embargo ou as outras ilhas, sem embargo economico, e nem um pouco socialistas? Cuba ou Haiti?

Que tal? Eu não tenho duvidas.

Fernando Martinelli disse...

Excelente comparação Arthur, se Cuba continuasse sendo o banheiro dos EUA, com seus cassinos, cabarés e muita putaria barata, às custas da dignidade do povo hj teríamos dois Haitis.
Todos sabemos que Cuba tem seus problemas, afinal, se tornou um Estado isolado, porém isso tem de ser mais um motivo para admirarmos mais um sistema que nessas condições imensamente desfavoráveis consegue produzir muito mais qualidade de vida que o tal capitalismo exaltado por PIG. Este, mesmo em meio à uma revolução tecnológica só conseguiu criar mais miséria e desigualdade.